Missão

Muitas pessoas confundem missão com metas de longo prazo.

Eu mesmo, durante muito tempo senti dificuldades em entender a diferença entre as duas. Mas depois de ler muita coisa a respeito passei a entender melhor ambas e acreditar na importância que as duas devem tem em nossa vida profissional e pessoal.

Muitas empresas empenham bastante tempo em escrever suas missões, colocando-as em quadros bonitos na recepção e em locais com grande movimento de funcionários, mas esquecem do que realmente significam e começam a criar metas completamente desalinhadas com o seu “DNA” e as conseqüências são imprevisíveis…

Nós profissionais, muitas vezes fazemos a mesma coisa com nossas vidas, esquecemos porque estamos aqui e o que realmente queremos para nossas vidas e acabamos por sacrificar nossa felicidade trabalhando em empresas onde não somos felizes ou que pregam diretrizes bem diferentes das que acreditamos. Essa situação acontece principalmente quando não sabemos exatamente qual é a nossa missão pessoal e como buscar a nossa própria felicidade. Deixem-me explicar melhor, você sabe exatamente como quer se lembrado pelos seus filhos e esposa? E pelas pessoas que trabalham e convivem diariamente com você? Sendo até um pouco mais dramático, se você morresse amanhã, o que estas pessoas falariam a respeito de você durante o seu velório?

Há alguns anos atrás estas questões começaram a me incomodar, principalmente no que diz respeito a como as minhas filhas se lembrariam de mim. Nesta época, comecei a escrever a minha missão pessoal, queria criar objetivos maiores, que fornecessem um sentido maior a minha vida, tanto pessoal quanto profissionalmente. Não foi um exercício nada fácil!

Para escrever sua missão é necessário, antes de tudo, muita reflexão, assumindo erros, revendo atitudes e entendendo o que é realmente importante para sua vida e sua felicidade. Até hoje sempre que me sinto em dúvidas quanto a que direção tomar ou se estou me sentindo um pouco triste por algum motivo, volto e releio a minha missão. Ela me ajuda a equilibrar as coisas e me dá segurança para continuar seguindo por caminhos que eu acredito.

Então como o ano está começando te faço um convite, em vez de simplesmente colocar suas metas no papel, dê um passo atrás no seu planejamento e avalie o que é mais importante para a sua felicidade, escreva a sua missão e só então revise se suas metas estão apontadas para o que realmente vai te fazer feliz.

Para quem gosta, deixo duas sugestões de livros que me ajudaram na difícil tarefa de escrever a minha missão pessoal: Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes – Franklin Covey e Gerenciamento Quântico – Charlotte Shelton.


2 comentários sobre “Missão

  1. Durante a leitura desse POST tive a nítida impressão de reviver a leitura de “Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes” que no final se confirma com a indicação do autor do Blog, que está de parabéns, isso está ficando cada vez melhor…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s