Adestramento x treinamento

Nos últimos 15 anos participei de uma infinidade de treinamentos. Muitos deles como instrutor e me lembro de várias conversas que tive com a minha esposa (que até bem pouco tempo trabalhava diretamente nesta área) sobre a efetividade e métodos que as empresas utilizam para capacitar seus funcionários.

Em uma destas oportunidades ela me chocou dizendo que na maioria dos casos eu não estava realizando nenhum treinamento, mas sim adestramentos. Isso mesmo, adestramento! Ela comparou a maioria dos processos aos que fazemos com cães, quando os treinamos a levantar uma pata ou fingir de morto através de repetição de pequenas recompensas. Seguindo este ponto de vista e comparando com a vida corporativa, ela traçou um paralelo bem interessante para justificar este ponto de vista, pois muitas das nossas equipes de trabalho são simplesmente treinadas ou adestradas a realizar determinadas funções, utilizando fluxos ou padrões, mas não fazem a menor idéia do porque estão preenchendo formulários, fazendo lançamentos ou gerando relatórios.

Para checar essa teoria pergunte para alguns membros da sua equipe se eles sabem exatamente quais os objetivos da empresa, quais os objetivos da equipe e se eles têm a noção exata do porque realizam algumas das tarefas diárias. Infelizmente você pode se deparar com um cenário nada promissor. Se isso acontecer, como aconteceu comigo recentemente, repense a maneira com que os treinamentos estão sendo tratados dentro da sua empresa, invista em novas formas de comunicação, “traduzindo” para linguagens mais simples missões e valores que muitas vezes podem parecer muito complexos ou muito distantes.

Acredito que todo treinamento deve estimular o raciocínio e a criatividade da equipe. Preferencialmente inicie seus treinamentos deixando claro quais os objetivos e desenhando o contexto em que o mesmo está inserido. E quando falamos em treinamento de padrões, como o uso de sistemas, relatórios e rotinas, estes devem ser apresentados juntamente com o porquê devem ser seguidos e sempre que possível deixando brechas para que possam ser criticados e conseqüentemente melhorados e não apenas aceitos como dogmas empresariais.


3 comentários sobre “Adestramento x treinamento

  1. Leandro,

    No meu ponto de vista estamos fazendo isto há várias gerações e repassando para nossos filhos doutrinações como se fosse uma epidemia de gripe. O que então esperar das organizações?!

    Segundo o Great Place to Work Institute que realiza a pesquisa das “Melhores empresas para se trabalhar” em cerca de 50 países a palavra chave é “confiança”.

    .: A Liderança realmente confia na missão, nos valores e no que a organização se propõe a construir no mundo? Ou é apenas um quadro bonito na parede?
    .: As pessoas confiam na liderança e vice-versa? As pessoas cumprem o que falam? Tem credibilidade absoluta?
    .: Os processos são confiáveis? Eficientes e eficazes?
    .: Os produtos são confiáveis? foram desenvolvidos com interesse genuíno da satisfação e felicidade do cliente? Ou são apenas iscas para trazer lucro?

    Mas não adianta culparmos as organizações, a política ou a sociedade. Para começar uma mudança precisamos avaliar nossos pensamentos, palavras e ações e buscar uma congruência.

    – Eu sei qual é o meu propósito? minha missão?
    – Meu comportamento está alinhado com meus valores?
    – Minhas ações com minhas palavras?

    Se as pessoas não estiverem alinhadas com elas mesmas, não existe comprometimento e alinhamento adiante.

    Forte abraço!

    1. Perfeito Caio,
      Não podemos separar treinamentos do perfil dos líderes que precisamos ter nas organizações, e a relação de confiança com os colaboradores é fundamental.
      Obrigado pela participação

  2. Grande Leandro, acredito de maneira veemente que a grande maioria foi adestrada sim! Encontramos aí um paradoxo na formação básica, pois acredito que lá não houve estímulo a indagações… esclarecimento de dúvidas… não tiveram oportunindade de aprender a falar e então passam a ser adestrados por comodidade. Estou no Ceará, moro em Fortaleza e confirmo, essa é uma realidade ainda mais explícita do que se imagina! Abraços e sucesso!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s