Incompetente bem intencionado…

“- Meu filho, nada pior do que um incopetente bem intencionado… ”

Meu pai me falou isso quando eu ainda era um adolescente. Não consigo lembrar exatamente a quem ele estava se referindo, mas lembro bem da situação. Eu estava defendendo alguém de quem eu gostava, mesmo sabendo que esta pessoa não levava o menor jeito para um determinado trabalho.

Vocês conseguem imaginar o estrago que um profissional “incompetente e bem intencionado” pode fazer em sua equipe? As vezes estas figuras ficam disfarçadas por muito tempo atrás de outros adjetivos e situações, como: “ele só não leva muito jeito para isso”, “mas o cara é tão legal”, “super esforçado, mas tem dificuldade para conseguir” e até mesmo o pior de todos na minha opinião, “ele é tão bonzinho”.

Incompetentes bem intencionados derrubam os resultados da equipe, pois geram algo terrível, o retrabalho.

Uma pessoa pode ser competente para realizar determinada tarefa e incompetente para outra, mas mantê-la na equipe porque acha boazinha, ou quer ajudar, apenas prolonga o problema.

Na grande maioria das vezes é muito fácil de identificar esse tipo de profissional, eles são sempre os coitadinhos, os sofridos, com histórias longas e cheias de mazelas.
Eles ganham a nossa simpatia e são adotados por toda a equipe, principalmente no início dos projetos. Assim que as metas ficam mais difíceis, eles são os primeiros a se esconder ou colocar a responsabilidade pela baixa performance na equipe, na falta de investimentos ou no cenário econômico.

Recentemente convivi com gestores que eram incapazes de demitir esse tipo de profissional, e usavam as mais diversas justificativas, passando pela cultura da empresa até para análises pessoais, mas no final as consequencias foram desastrosas, com equipes desmotivadas, processos lentos e resultados frágeis.

Entendam, não estou defendendo demissões, nem estou dizendo que um determinado profissional não possa errar ou ter uma segunda chance, mas manter em sua equipe profissionais incompententes, mas cheios de boa intenção é um erro, e se você for um gestor, tome a atitude de deslocar esse profissional para onde ele possa produzir e consequentemente ser feliz, mesmo que isso só seja possível em outra empresa. No início, esse tipo de atitude pode parecer cruel, mas acredite, no final a sua equipe agradecerá.


2 comentários sobre “Incompetente bem intencionado…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s